ZOIANDO

quinta-feira, 23 de março de 2017

NÃO SOU MAIS VIRGEM?


< POSTAGEM ANTERIOR - PRÓXIMO POST >

Estou eu aqui mais uma vez para falar de macho, até porque é só sobre isso que eu falo mesmo! (parece até que eu entendo do assunto) o que bem poderia ser verdade, só que não! Tenho 28 anos e só agora (entende-se mês passado) foi que rolou o meu primeiro beijo (entende-se lambida) cá pra nós, aquilo não foi um beijo, eu deixei a boca entreaberta e o cara fez o serviço (ele me disse que foi bom, mas como dizem por aí, não se acredita em um homem de pau duro), dias desses eu relato esse acontecimento (sim, eu já tinha prometido na postagem anterior!) paciência.

A duas semana atrás ( resolvi sair do hiato por motivos já citados anteriormente, hoje estou aqui porque no último post foi me indagado algo que me fez pensar (não menosprezando os outros comentários, até porque os leio com muito carinho e atenção). Lá foi dito que se eu já tinha feito e recebido oral não poderia mais me classificar como virgem (será mesmo?) O que define de fato se uma pessoa é ou não virgem? Foi com essa pergunta que me aventurei nesse mundinho chamado internet. (fiquei mais confuso ainda) Sou de uma época que só existia sexo e ponto (no caso penetração). Mas como todos sabemos existem vários tipos de  práticas sexuais que vai da masturbação a penetração anal/vaginal, para muito o sexo oral não passa de preliminares (meu caso).

Não considero o oral como sexo dai ainda me considero virgem (respeito quem o considera como sexo) mas como blog é sobre mim nada mais justo que dar a minha opinião. Quem já conhece o blog sabe que me considero passivo, mas nem sempre foi assim, em um passado não tão distante me descrevia como versátil nas redes, mas com o passar do tempo é pra me poupar das explicações (quem me acompanha nas redes sabe que deixo o mais explicado possível logo no perfil pra deixar o “visitante” sabendo onde está se metendo). Neste tempos de versátil mais passivo ou versátil mais ativo, bi ativo ou bi passivo chega a me dá uma preguiça de tá explicando toda hora que ponho logo passivo e estamos certo, não que eu não vá fazer o papel de ativo nunca, eu não sei, depende do momento e da pessoa, eu não vou dizer nunca, longe disso, só que eu prefiro pau (pode ser que eu não goste de ser passivo, pode sim, mas hoje é assim que estou).

Então é isso queridos leitores, e pra vocês, o que de fato caracteriza como perda da virgindade? Não me venham com aquele papo do rompimento do hímen porque como deu pra perceber essa não é a minha realidade.

Eu sou o pedro que não se chama Pedro, e esse foi mais um “OGM
Toda semana pela manhã, ou assim que possível
E nunca se esqueça, a gente se vê por aqui

segunda-feira, 6 de março de 2017

PORQUE NÃO?


Em janeiro resolvi da um tempo de tudo isso que evoca a minha ereção, se você não sabe do que estou falando, aconselho que use o cursor e clique no link abaixo do título deste post, caso contrário, continuemos. Hoje estou voltando após cinco semanas (essa conta pode estar errada, mas dane-se), nestes dias que se passaram tirei pra refletir e meditar, fui voltando a os poucos no twitter, depois para no Skype e por último no Instagram (onde fui bloqueado novamente, e pra onde não voltarei, não como pedro, a partir de hoje só no perfil pessoal), fiz algumas transmissões no Cam4 (foram duas) na qual não me senti à vontade como antes e outra no Chaturbate (que também me bloqueou), no Xvídeos nunca mais postei nada, uso a conta apenas para curtir e comentar, não sei quando voltarei a postar algo novamente por lá.


Antes do hiato tinha pego alguns contatos e estava a conversar no whatsapp com alguns, a princípio todos muito bem compreensíveis e educados quanto a minha timidez e virgindade, conversas iam e conversa viam e foi aí que marquei com o Willian e deu no que deu. Os outros sumiram, alguns ficaram de me responder, outros ficaram de marcar, um me bloqueou e teve até quem marcou para nos conhecermos e nada (estou esperando até hoje, kkk). E sim, esse último foi o Willian novamente, resolvi dá uma segunda chance mesmo levando em conta o toco já tomado, e adivinha, levei um segundo! (bem feito, quem manda ser trouxa).


Depois de muita meditação e questionamentos cheguei a uma pergunta, “porque não?” Acho que essa é a resposta para todos os nossos problemas, às vezes a gente faz com que o problema pareça maior do que ele realmente é, e foi assim que no início de Fevereiro o Dani me chama no bate papo do manhunt, eu falei porque não? Começamos a conversar e como esperado, ele me chamou pra ir na casa dele e eu aceitei (detalhe ele morava em Jundiaí), ficamos de marcar e com o passar dos dias a gente passou a trocar fotos e até ai tudo bem, as fotos condiziam com a do perfil, só que tudo isso foi por terra quando ele me mandou a verdadeira foto dele (brochei na hora) e tão logo lhe bloqueei. Depois vieram outros como por exemplo o André (55) do Limão e o Felipe (35) do abc, esses dois caras tinham um papo bacana e tudo mas, pena que nunca mais me responderam. Já o Miguel (45 centro), o Luiz (65 - abc), e o Ricardo (32 - Itaquera) ficaram me devendo um encontro, acho que como o carnaval está aí e eles não podem perder uma oportunidade dessas de sair roçando por aí, e como no carnaval ninguém é de ninguém fui passado pra escanteio, mas tudo bem, vida que segue só que agora com menos contatos no celular.


Em meio a tudo isso, no finalzinho de fevereiro conheci três caras que me conquistaram não só com o papo, o primeiro foi o Renan (43 - Vila Andrade), o Adilson (35 - Ipiranga) e o Inácio (53 - Butantã), o primeiro já tinha conversado já faz um bom tempo, só não recordo qual foi o assunto (e como não sou assinante do manhunt nunca saberei), marquei e fui os conhecer (em dias diferentes), de pacientes a apressadinho ainda continuo virgem (não dou no primeiro encontro.. kkk) apos conversarmos aconteceu o meu primeiro beijo, a minha primeira chupada, e como era de se esperar também fui chupado… (com qual isso aconteceu?) contarei em um próximo post. (morram de curiosidade).


Então é isso, voltarei a os pouco para o blog, não sei se será como antes, um post semanal ou se será quinzenal, mas o importante é que estarei por aqui, darei uma olhadinha nos posts antigos de vocês (já xeretei alguns) Dos três o que mais conversa comigo via Whatsapp é o Renan e em uma dessas ele me convidou novamente para uma “visitinha”, irei! Sua companhia me faz bem, espero que seja recíproco, se não for, bola pra frente, fiquem em paz e até a próxima.


Eu sou o pedro que não é Pedro, e esse foi mais um “OGM
Toda semana pela manhã, ou assim que possível
E nunca se esqueça, a gente se vê por aqui

sábado, 21 de janeiro de 2017

PRECISO DE UM TEMPO


Essa é a décima quinta postagem do "novo blog", novo porque foi a partir dai que de fato resolvi me expor mesmo mantendo um certo anonimato, as postagens mais antigas, seis no total são frutos do famoso Ctrl C/Ctrl V e não expressam a minha opinião, caso seja novo aqui ou distraído clique aqui e confira a primeira postagem. O blog foi criado em dezembro de 2012 e ficou em hiato no mesmo mês, em outubro do ano passado o ressuscitei pouco antes de completar quatro anos porque achei que devia isso a mim mesmo como uma forma de manter as lembranças vivas, até porque não é fácil armazenar com detalhes memórias dos últimos 28 anos (admiro quem consegue).

Já contei como vim parar aquinão só nesse "blogger", mas em inúmeros outros perfis, tava entediado e quem sabe a fim de conhecer novas pessoas, o que não deu muito certo e se dará certo o futuro e vocês serão testemunhas e como o domínio blogspot é gratuito e não corre o risco do mesmo expirar podemos dizer que estarei por aqui 25 horas! (25 porque sempre ficarei lhe devendo 1h) por todo a eternidade.

O intuito não só desse blog, mas também de todos os perfis/plataformas da qual faço parte era conhecer gente (e na melhor das hipóteses um namorado ou algo do tipo) lá se vão pouco mais de nove meses e nada de concreto aconteceu... foram inúmeros audios via Whatsapp, fotos/nudes de se perder de vista, madrugadas e madrugadas no Skype seja conversando ou batendo uma, curtidas e mais curtidas no Instagram/Twitter pra no fim... (ainda não é o fim!). Vários contatos foram trocados na esperança de um retorno, retorno este que quando existiram não passavam de uma ou duas conversas e logo faziam parte das estatísticas (a de ser apenas mais uma conversa e que jamais voltaria a acontecer). Mas não foi de todo mau, conheci gente bacana que trocamos ideia até hoje, então ficamos assim, hoje estou me retirando de cena mais uma vez, só que ao contrário de Dezembro passado desta vez não vou deixar post pré-programado nem perfil no Twitter para possíveis contato, se decidir ficar em alguma rede será no meu perfil pessoal (que não citarei aqui), isso não é um adeus, é apenas um ate breve.

Vou tirar um tempinho pra mim (espero não fazer igual ao Felipe Massa, dá um show pra nada!!!), talvez volte em fevereiro ou março, o tempo dirá, se você chegou aqui através do link deixado nas outras redes saiba que tudo dito e feito por lá valeu a pena. Um abraço e até a próxima.

Eu sou o Pedro, E esse é "O Grande Masturbador".
Postagem nova assim que possível.
E nunca se esqueça, a gente se vê por aqui.

sábado, 14 de janeiro de 2017

CURTO MADUROS


um sábado e eu aqui de novo sem saber sobre o que falar, minha vida esteve tão parada nos últimos dias (quero dizer, sempre esteve) O post de sábado como vocês viram (espero que tenham notado) atrasou um pouco, só saiu no domingo, sabe o porque? Preguiça! Está me batendo um desanimo ultimamente, nada que o tempo não cure. Não sei quem foi que disse a sábia frase "quem não é visto não é lembrado" mas sei que estou fazendo minha parte, tenho perfil em quase todas as redes (que conheço é claro!) aqui citei algumas.  Hoje falarei sobre alguns  sites de relacionamento onde tenho conta, são pouco pois só me registro nos gratuitos, são tempos de vacas magras.

O sexlog foi o primeiro em que me registrei e de inicio foi só por curiosidade, vi não descrição do perfil Morenos 1972 lá no Xvídeos e falei: Porque não? Ele tem uma parte gratuita (assim como muitos) e a parte VIP, não gostei, a maioria dos perfis que achei eram hétero ou casais, ninguém quase se comunica e quando há um diálogo é o tipo "marcar uma trepada", definitivamente não era pra mim, tanto é que o perfil tá lá ativo mas já faz um bom tempo que não acesso, o desconsidere. Depois me cadastrei no Manhunt, o seu diferencial é mostrar caras na redondeza (cidade) esse eu gostei de cara, é fácil de usar e os caras são atenciosos (pelo menos no inicio), há convites de trepadas? sim, mais ai é de cada um! O bate papo é meio "cagado" mas vale a pena, e foi nesse que conheci o William, clique aqui e saiba mais sobre o ocorrido. Esse é o que mais uso atualmente, é que os caras apos saberem um pouco mais sobre mim elas somem e não respondem mais, ou talvez eles só quisessem sexo e como não cedi, deu no que deu!

O terceiro e mais Zem é o Amores Possíveis, lá é um verdadeiro deserto, vez e outra alguém manda um "beijo" e só, lá conheci dois coroas (curto maduros e/ou coroas) e pensei agora vai... O primeiro era casado e tava a procura de uma cara para uma coisa fixa (seja lá o que for isso), topei, vamos conversar e ver no que dá, conversa foi e ele parecia interessado, apos me pedir que o mandasse fotos pelado de perfil, o cara sumiu. Já o segundo o "Die" é separado, gordinho (adoro!) ele me parecia um cara sério a gente trocava nudes pelo whatsapp, o papo era interessante até ele sumir de uma hora pra outra. Por ultimo o Gaydar, nesse só novinho me procuram (não curto muito, mas há exceções), nesse são poucas as conversas e não lembro de nem uma situação que mereça destaque. Nos perfis citados acima muitos dos caras que citei ainda se encontram na lista de contato/amigo mas estão lá só por estar pois não mantemos mais contato. O que mais recebo é convite de foda e nude, as nudes admiro pois ainda sou humano, já os convites são apenas isso, alguém excitado a procura de um depósito de porra, sei que um dia não resistirei e cederei, mas hoje não, quero primeiro que ganhem a mina confiança depois as coisas caminharão naturalmente (mó papo de adolescente né, por isso os caras correm!) então é isso, e até a próxima.

Eu sou o Pedro, E esse foi mais um "O Grande Masturbador".
Todo sábado as 08h00 da manhã, ou assim que possível.
E nunca se esqueça, a gente se vê por aqui.

domingo, 8 de janeiro de 2017

LEVEI DOIS FORAS NO MESMO DIA


Todo inicio de ano eu assim como muita gente faço uma listinha de metas para serem cumpridas no decorrer do ano que se inicia, coisinha simples como ganhar na mega sena, torna-se presidente, dominar o mundo (coisas bobas, né pessoal?), agora falando sério, coisas tipo: entrar da academia, arranjar um namorado, mudar o visual. Coisas que tecnicamente estão dentro da nossa realidade, algo que se formos disciplinados e mantermos o foco facilmente serão realizadas. Em 2016 comecei um pouco atrasado (em Abril) foram apenas doze tópicos, desses apenas quatro tornaram-se realidade, mesmo que em parte pois algumas ainda estão em curso. E vocês contem-me sobre as suas realizações em 2016, conseguiram realizar o que almejavam ou assim como eu ficou para 2017.

Voltando um pouco ao título. O ano nem tinha  terminado e fui logo apalpado e logo pensei "2017 promete"  e prometeu, passeia A virada em pé, mas tudo bem. Como não curto muito barulho (entende-se som alto) troquei a Paulista pelo Ibirapuera e me fudi (não do jeito bom), que iluminação de natal foi aquela? A famosa Árvore do Ibirapuera foi uma negação, não duvido nada se esse anos a do shopping Iguatemi for maior que a do ibirapuera, decepcionante! Já o show se luzes do lago eu não vi (talvez tenha chegado tarde, assim espero!) Já era meia noite e cadê os fogos? Infelizmente do ibira não foi possível ver nada, ao lado do monumento as bandeiras apos caminhar um pouco em meio a multidão é que foi possível ver alguma coisa (ou melhor, tentar ver) pois só ouvia-se o barulho e quase nada de luzes no céu. Agora é só esperar a próxima.

Guardo comigo alguns nomes de futuros amigos (entende-se possíveis trepadas) os separo nas seguintes categorias: Tempo que os conheço, localização e por ultimo se gosta da minha companhia ou só me procura pra bater uma na cam. Pensando nisso me atrevi e se joguei com os dois pés (só podia da em merda, e deu) O primeiro foi o José,  o conheço desde o inicio do ano passado (não é bem inicio, estou em dúvida entre junho e julho) O José é um carioca quarentão, casado e que tá a procura de uma cara gente fina, carinhoso e que preze o respeito e a cumplicidade, logo pensei esse cara sou eu! (tá bom, tira o casado!!!) o tempo passou e ele sumiu, e com as boas vibrações de inicio de ano quem me aparece? o José.

Inicio de anos, desempregado e sem ter nada pra fazer fiz o que qualquer um na minha situação faria, fui vender bala no farol? (que nada, fui me expor na net) e lá estava ele, logo me chamou para o Skype, a conversa começou descontraída no inicio da noite e terminou tensa pela madrugada, o cara me ganhou na hora mas como era de se esperar estraguei tudo, o motivo, sinceridade de mais. Vamos dizer que discordamos de muita coisa, sai por errado por defender aquilo que não faz parte da minha realidade mas que pra mim não é problema (talvez tenha passado a imagem errada, mas tô sossegado) Não é porque eu sou a favor da legalização da maconha que eu seja usuário. No dia seguinte conversamos novamente pelo Skype e ele educado como sempre falou dos nossos pensamentos divergentes e pediu para sermos amigos, e eu aceitei porque quando um cara que já lhe viu pelado pede para ser amigo nem isso vocês serão mais (preciso dizer que ele sumiu?).

No mesmo dia pela tarde recebo um zap do William dizendo que queria marcar pra gente conversar (apos me esquivar como nas outras vezes, cedi) O William é coisa antiga, talvez ele seja um dos primeiros caras com quem conversei na net e o primeiro que passei o meu Whatsapp, tinha um carinho especial por ele (talvez ainda tenha) Ele é um quarentão daqui da capital, atencioso, prestativo, é um príncipe (será que isso exista?) ele sempre mim chamava e cansado de se esquivar dei um basta e cedi até porque é cada vez mais difícil encontrar um cara que queira algo sério, talvez seja por isso que fico enrolando pra ver se vale a pena pois nesse mundo onde a oferta é tão grande como a procura é quase impossível encontrar alguém que queira o mesmo que você, até porque se eu digo não para uma conversa, dez diz sim para uma trepada, como concorrer com isso? (não que eu também não queira uma trepada, mas vamos com calma).

Começamos a conversar por volta das 13h00, ele sugeriu um local e perguntou se tava bom as 15h30 foi ai que falei que só dava pra chegar no meio do caminho mas como iria tomar banho e tinha acabado de chegar...E esperei pela confirmação, como não confirmou entrei no banho as 15h00. Meu primeiro encontro, o que fazer, como se portar? Comecei a soar quando entrei no busão, a todo instante olhava pra ver se tinha alguma mensagem e nada (vergonhoso, eu nos meus 28 anos agindo feito adolescente que acabou de conhecer um carinha na escola, mas fazer o que, lá fui eu com a cara e sem coragem) Moro no extremo da zona sul e as 17h00 é que tava na linha amarela do metrô (quem é de São Paulo sabe a distancia que faltava para a estação Santa Cruz da linha azul, local do encontro) olhei novamente e mensagem não visualizada, será que o cara sumiu? Mandei outra e nada!

Desci na estação tremendo e apos olhar no celular e nada de mensagem pensei, como ele tem uma foto minha ele deve esta na saída do metrô me esperando, sai e nada, olhei para os lados e nem se quisesse o encontraria pois o mesmo nunca mandou uma foto de rosto (tá, sei que não se sai as escuras assim) Como estava na merda mesmo resolvi da um rolé na Saraiva do shopping, e foi o que fiz. As 18h44 já na estação lhe mandei a ultima mensagem. A noite ele me respondeu, disse que era pra ser na hora da conversa não 17h00 e que não tinha a tarde toda a minha disposição, e eu até hoje não lhe respondi de volta, acho que não vale mais a pena, não o culpo talvez a culpa tenha sido minha mesmo por ter posto muita expectativa onde não cabia e por esperar muito das pessoas. Antes que digam "mas como assim, tava jogando com os dois ao mesmo tempo e depois vem pagar de vitima", não eu não estou jogando com ninguém, eu sou solteiro e estou (pretendia) apenas conversar até porque se eu estivesse com alguém eu não estaria a procurar. E vocês contem mim dos seus tocos, como foram? e perdoe-me pelo atraso do post do dia de hoje.

Eu sou o Pedro, E esse foi o primeiro "O Grande Masturbador" do ano.
Todo sábado as 08h00 da manhã, ou assim que possível.
E nunca se esqueça, a gente se vê por aqui.

sábado, 31 de dezembro de 2016

FUI APALPADO NO BANHEIRO


Como esta é a ultima postagem do ano (a 12ª do novo blog) de inicio quero agradecer a cada um e a todos pelo carinho, carinho este que guardarei comigo pra sempre, quero agradecer também aqueles que por aqui passaram e que ficaram e especialmente para os que comentaram pois deixaram aqui um pouquinho de si, a principio pode parecer insignificante ou até mesmo irrisório mas o que seria de um blog sem um público? E melhor que ter publico é ter publico participante. Obrigado e que 2017 seja melhor que o ano que em poucas horas será apenas lembrança...

Dia 27 de novembro (Domingo) fui mais uma vez prestar concurso público e como sempre não fui aprovado (as aulas de português e matemática estão a me fazer falta!) bola pra frente afinal na melhor das hipóteses você é bom demais para o cargo pretendido (risos). Fui com a cara e a coragem enfrentar não só a concorrência mas também a fome, o estresse e por fim o transporte publico em pleno domingão de sol. Falando em concorrência que concorrência gata era aquela gente, queria que você vissem a "gataiada" que se formou na entrada da Anhembi Morumbi da Vila Olímpia!

Na volta em um terminal de ônibus qualquer (Capelinha pra ser exato) estou eu a zapear no celular quando me chega um "esquisito" com um celular e o carregador do mesmo em mãos a procura de uma tomada (mal sabia eu qual era a verdadeira tomada que ele estava a procurar!) a principio achei se tratar de um "doidinho" pois estava muito animado pra quem estava com um dos membros sem funcionar (no caso o celular) sim, já é considerado por muito como o sexto membro (no caso dos homens e o quarto no caso das mulheres), sendo o quinto, o membro que mais gosto... (pra quem não entendeu, o pau!) Passou-se um tempo e nada do busão e como a bexiga estava cheia fui ao banheiro, fiz o que tinha de ser feito  e quando estava lavando as mãos adivinha quem estava ao meu lado procurando a tal tomada? (não era uma testemunha de jeová!).

Nem dei bola, quando ia saindo ele me veio com a desculpa que não estava carregando e como bom samaritano que sou, fui ajuda-lo e ao me aproximar e sentir o cheio etílico em sua boca entendi a tal animação, sua animação só superou a minha quando o mesmo me apalpou com vontade e me soltou perolas na altura do ouvido (as quais não citarei aqui!). primeiro tenho que confessar que tenho o maior tesão em banheirão (já entro de pau duro, por isso evito ao máximo) São raras as vezes que uso o mictório coletivo a fim de evitar situações desagradáveis e por isso sempre uso a "cabine", imagina se alguém perceber a minha "animação" no meio dos caras, no minimo levarei uns sopapos! Por isso tendo a evitar. Já faz um bom tempo, lá estava eu no banheiro do Shopping Largo Treze vazio quando vejo um cara se chegando (chegou ao meu lado e começou a "mijar" sendo que os demais espaços estavam vazios) Poderia ser coisa da minha cabeça, mas não esperei pra comprovar.

Voltando a apalpada... Que pegada firme tem aquele cara, estou até hoje com a lembrança fresca na memoria e com a culpa de não ter cedido a os instintos, mas como ainda estou preso a os princípios que eu mesmo abomino e que ainda não me libertei corri, corri de bobo que sou, corri feito criança quando o amiguinho o chama de "gay" e ele corre pra contar pra mamãe. O busão chegou e fiquei eu de longe a procurar o individuo que sumiu assim como apareceu. E você tem alguma história de banheirão, me contem nos comentários.

Segue a baixo o nome dos blogues/google+ que aqui deixaram comentários nos últimos três meses, essa é a minha forma de agradecer a todos e desejar um feliz ano novo, uma grande abraço e espero contar com todos vocês neste ano que se inicia a zero hora...


(obs: post programado dia 09/12 para o dia 31/12, caso seja novo aqui e tenha comentado entre essas datas espere a atualização do dia 01/01 ou clique aqui)

Eu sou o Pedro. E esse foi o ultimo "O Grande Masturbador" do ano.
Todo Sábado as 08h00 da manhã, ou assim que possível
E nunca se esqueça, a gente se vê por aqui!

sábado, 24 de dezembro de 2016

AQUELE CARINHA DO INSTAGRAM


Já faz um bom tempo que aqui estou na blogosfera (não sei o porque mas esse nome não me soa bem) Assim como muito comecei com o já falecido orkut, isso lá por volta  de 2010/2011 (estou em dúvida entre o fim de um e inicio de outro) e depois de mim aventurar nas mais variadas redes por fim me hospedei no Xvídeos a alguns meses... Me condenem? (risos) O meu lado "puta cibernética" aflorou no inicio do ano quando o lado "assalariado" foi mandado pra escanteio e passei a fazer parte das estatísticas (de uma forma negativa é claro!) Mas como só existe uma saída que é seguir em frente, lá fui eu.

De inicio sentindo a necessidade de se conectar com outras pessoas assim como eu (os gays, se você pensou nos desempregados errou feio!) fui onde? Simples, no primeiro local que vem na cabela de um gay, no "bate papo Uol" e logo de cara não gostei (talvez por não saiber manusear direito) Não sei se foi por achar o layout do site esquisito, ou talvez tenha achado o espaço para mensagens pequeno demais, ou foi o fato de ter muita gente conversando nada com nada, é um oi pra cá, um oi pra lá e ninguém se entende, ai você tá lendo uma mensagem e vem mais cem, definitivamente não era pra mim. É quando me vem a cabeça o site do Gay por Acaso, pois lá tinha um bate papo que nunca tinha me aventurado (as vezes entrava só pra ver o que os caras estavam falando) com a cara e a coragem lá fui eu e como não podia deixar de ser, quebrei a cara novamente pois o mesmo não renovou o seu domínio.

O que fazer? É obvio que fui pro twitter, perfil criado e nudes postadas o que me restava era esperar, e foi o que fiz, foram poucos os diálogos e muitos os convites de foda (preciso dizer que não topei?) Foi quando cai de paraquedas no Instagram, repeti o mesmo procedimento que tinha feito no Twitter e por fim descobri que existe a opção mensagens privadas (como sou desenformado!) Conheci muita gente bacana lá, ou que aparentava pois na net quase tudo é lindo. Merecem destaque três caras que por sinal não lembro o nome da maioria.

José era o nome do primeiro (era José alguma coisa...) ele tinha uns quarenta e poucos anos, era mexicano e morava em uma cidade próximo a fronteira dos EUA (que também não lembro o nome...kkk), apesar de não entender bulhufas em espanhol consegui manter uma conversa (é incrível como o espanhol escrito é mais compreensível que oralmente) as poucas palavras que não entendia o papai Google me ajudava (risos) Sempre muito simpático e atencioso lembro até hoje o que ele sempre dizia... "José*** ao seu dispor!... (que fique registrado que ele tinha um pau lindo).

Já o "Jota", o segundo!!! (tenho a leve impressão que o seu nome começava com a letra "j") O jota também digitava em espanhol, tenho pra mim que ele era belizenho, não que ele não tenha me falado é que esqueci (risos) Ele tinha uns 27 anos e pelas fotos me pareceu que era afeminado e apesar de não curtir, com ele era diferente, não sei o porque nem como mas ele me ganhou, não sei se pela  conversa ou pelo seu jeito espontâneo de ser. Ah, ele nunca me pediu nudes nem eu mandei, suas fotos eram sempre normais ou de lugares (oh lugar bonito).

E por ultimo e não menos importante (pois esse é o meu crush cibernético, já citado aqui) Ele é mato-grossense de Várzea Grande, pra se ter uma ideia ele levou tão a sério o nome da cidade que chega a medir 1,90 de altura, certa vez falei que ele me lembrava o Andrew do seriado "Odd Man Out" por ser pescoçudo igual o ator, ele é claro riu (tenho tara por pescoçudos!)  Apesar do fuso de uma hora a menos a gente conversava quase todos os dias e foi através do mesmo que fiquei sabendo que o principal aeroporto do estado era o da sua cidade e que a mesma tem como limite com a capital o rio Cuiabá...

Quando conheci o Emi (vou preservar seu nome) ele tinha 29 anos e era aluno da Univag, ele também nunca me pediu nudes e algumas vezes me mandou fotos de perfil, e eu como fino que sou... (mentira, eu queria mesmo era mandar nudes... kkk) me esquivei e com o tempo também mandei de perfil (o que não faço com frequência!!!) O tempo passou e ele me pediu pra migrar para o seu "perfil pessoal" pois iris excluir aquele pois o mesmo não faria mais sentido e foi o que fiz, só que com o meu pessoal também (preciso dizer que hoje ele não sabe quem sou?) Mas essa não é a intenção de se ter um crush? O antigo perfil em que eramos amigos foi "desativado" por violar os termos e com ele toda uma amizade (tenso). E vocês, contem-me nos comentários sobre os seus crush sejam eles cibernéticos ou não, um abraço e fiquem com uma indicação de música do Emi; "October and April", até a próxima e tenham um ótimo e feliz natal.

Eu sou o Pedro. E esse foi mais um; "O Grande Masturbador".
Todo Sábado as 08h00 da manhã, ou assim que possível
E nunca se esqueça, a gente se vê por aqui!

NÃO SOU MAIS VIRGEM?

< POSTAGEM ANTERIOR - PRÓXIMO POST > Estou eu aqui mais uma vez para falar de macho, até porque é só sobre isso que eu falo...