segunda-feira, 28 de agosto de 2017

HOMEM BRUTO


Como já disse anteriormente, não curto negões. A princípio é devido a sua fama de “cavalão”, sei que toda regra tem sua exceção, mas só de pensar em algo maior que 18 cm (meu record) dá desânimo. Não sei, pau grande é bonito de se ver e até mesmo sentir entre as mãos, mas quando o quesito é ser penetrado, definitivamente não dá. Já eu sendo ativo é indiferente ele ser negro ou não (o que nunca aconteceu). Os branquinhos me deixam louco, só de passar um branquelo por mim na rua, já fico imaginando ele na cama (e se tiver barba por fazer, eu caso!) Mas tudo bem, o assunto de hoje é exatamente esse… Negão!


Uma pequena nota de esclarecimento:
Os fatos narrados aqui (no blog)) sempre é postado após alguns dias, as vezes semanas depois do ocorrido. O motivo é não escrever no calor do momento, por exemplo: se o encontro foi bom eu provavelmente o romantizei e não me expressarei com a razão e sim com a emoção, o mesmo aconteceria se o encontro fosse ruim. Lá no Cam4 mesmo, como o usuário tá como “peovirgem” vez e outra os caras me perguntam se sou virgem mesmo, ai tenho que explicar tudo de novo… Quando este post foi publicado eu já tinha saído com mais dois caras, fora os dois fixos e os tocos! Recado dado, bora para o que interessa.


Conheci o João no Manhunt, ele é um negão gaúcho que veio pra sampa ainda adolescente, hoje ele tá com 66 anos (aparenta menos) foi casado por 17 anos com mulher e hoje é divorciado (os filhos sabem da sua condição sexual). O conheci no dia 10/06 e marcamos para o dia seguinte (ele queria para o mesmo dia) No dia seguinte (no domingo) fui o visitar em sua casa que fica a umas tres quadras da estação Faria lima (do lado da unip) ele foi me ensinando o caminho pelo celular quando dei por mim estava em frente a sua casa. Bati, entrei e ficamos conversando um pouco (ou melhor ele, eu só ouvia). Ao vivo ele não tem nada a ver com a foto que me enviou via whatsapp (já com a do perfil. é idêntico). Ficamos por um tempo só nos amassos no sofá e depois subimos para o seu quarto, diz ele que é jornalista e que já trabalhou para a folha, não duvidei, tinha um diploma pendurado na parede.


No quarto ele colocou um colchão no chão e começamos a nos “esfregar”, ele é esse tipo de homem bruto que te  joga para uma lado e para o outro, te da uns tapas e funga no seu “cangote” (até ai eu tava gostando) Como ele não curte pau, nem chegou perto do meu, já eu que adoro enchi a mão (literalmete) opau ele falou que tinha 20cm,não acho que chega a isso tudo mas como tava um pouco escuro posso estar enganado, já o saco nunca vi um daquele tamanho, minha mão ficou pequena (acho que é do tamanho do saco de um jumento). O chupei, beijei seu pescoço e mordi suas orelhas de leve, só não o beijei (só beijo de lingua quando rola química, parece frescura mas é verdade). Como ele é grande fui literalmente uma marionete nas suas mãos, ele me jogava pra todos os lados,me apertava com força que chegava a doer. Até que ele pedia pra colocar só a cabecinha (quem é que cai nessa ainda hoje em dia?) pedi pra ele por a camisinha e como ele não quis, nada feito.


Como não quis dá sem camisinha ele não quis mais me comer, a partir daí o homem virou numa fera, cada vez mais me apertando com força e mordendo com mais força ainda minha bunda, barriga, braços e pescoço. Já tava chata aquela situação (morder tudo bem,mas de leve) o cara cravou  a boca na minha orelha e não quis mais soltar, quando eu afastava com a mão ele pegava o pescoço e quando estava doendo eu tirava novamente com a mão, aí ele mordia meus dedos. Brochei na hora, nesse momento só ele tava se divertindo, no fim ele gozou em cima de mim. Nos vestimos e depois ele me ofereceu um café (agradeci, não curto café) nos despedimos e fiquei de voltar uma outra vez. No terminal Pinheiro fui ao banheiro e foi aí que percebi os hematomas no pescoço (tava roxo de uma lado a outro) por sorte estava de casaco de capuz para esconder o estrago, a orelha tava pelando e os dedos da mão doendo. Ainda bem que não transamos, imagina o que ele teria feito comigo? Em casa foi difícil mas ninguém viu os hematomas que durou mais de uma semana. Dia desses ele me chamou lá no site e falou que se eu beijasse poderíamos fazer um repeteco, pensei logo "não vai acontecer novamente".

Eu sou o Pedro que não se chama Pedro, e esse foi mais um “OGM
Toda semana pela manhã, ou assim que possível
E nunca se esqueça; a gente se vê por aqui.

quinta-feira, 17 de agosto de 2017

EU OUVI BUCETA?


Bom, minha vida sexual tá um pouco parada (não por opção) até porque se fosse por mim transaria sete dias (e morreria no oitavo) sim, não tem estrutura pra tanta foda (como já falei sou esquelético) ai sobraria só a cabeça depois de tanto fuder, só que revezaria (um dia como ativo no outro passivo) porque não há cu que aguente. É que tá difícil arranjar uma transa, quando o cara tem local ele é de outro estado, quando não tem local ele tem disponibilidade, quando marca um real não aparece… Realmente tá foda (não do jeito bom) encontrar um carinha em São Paulo, ou talvez eu esteja procurando no lugar errado. No Manhunt é sempre os mesmos caras de sempre, quando não é um textão tipo redação do Enem está no modo “pergunte-me” (oh chatice) o mínimo que você tem que fazer é preencher a porra do perfil (seu imbecil) e assim me poupa de encher o seu saco e futuramente o meu!


Primeiro porque não saio com caras com mais de 18 cm, bareback tô fora, não beijo todo mundo (só se rolar química) isso já me rendeu até certo estresse, e por último o mais perguntado “você engole?”. Gente qual é o intuito desse tipo de site? Quem respondeu fuder, errou! eu também não sei, mas quando descobrir prometo que irei contar pra vocês...A maioria procura um deus grego branco, alto, liso e que além de engolir faça no pelo (agora eles querem pelos) e ainda querem gozar dentro, (não sei vocês mas o único pensamento que me veio foi um boneco inflável) Tem também os que “não curtem pau” (acredita?) alguém contem pra eles que homem tem pau (ou deveriam ter!) se dizem 110% ativo (gente nem o Rodrigo Hilbert é 110% ativo). Pra ficar comigo tem que ser sem restrição sim, quero passar a mão na bunda do ativo, quero que ele me masturbe, e mesmo não curtindo muito se ele quiser me chupar estamos ai… Nossa quanto mi mi mi vindo de uns marmanjos, tenha santa paciência (porque saco eu tenho). Fico imaginando a mulherada que adora um drama, coitado dos homens..


Não é porque eu sou passivo (às vezes ataco de versátil) que eu tenha que ser liso (é com pelo sim e assim vai ficar), tive que me adaptar a os novos tempos e agora me declaro como versátil (bem meia boca, diga se de passagem) fazer o que né a macharada ta toda passiva, depois de dar pro Alfredo pronto, nunca mais fui passivo, ficamos só no beijo e abraço, oral e aquela pataquada toda (não que eu não curta, mas ficar só naquilo) parecemos até duas lésbicas se esfregando… oh povo pra gostar de usar os dedos (gente, dedos eu tenho, posso fazer isso sozinho em casa) não gosto de consolo e muito menos de dedada (cedo para o segundo) se eu me desloquei da minha até a sua casa o mínimo que a gente tem que fazer é um troca troca. Outra coisa que não pode faltar é o oral (o famoso boquete) o ativo acha... (não, ele tem a certeza) que a gente é obrigado a engolir o pau dele inteiro e que fique naquilo por horas, oh povo pra gostar de ser mamado (estou seriamente pensando em levar um bezerro junto comigo na próxima vez que sair com um cara). Gente passivo também tem vez.


Ah, sem falar o estresse e o imediatismo, o pessoal quer tudo pra ontem, a gente começa a trocar mensagem ai o cara já quer que “real” e quer pra ontem (São Paulo não tem trem bala ainda não meu filho) e se você quiser para um outro dia já se estressam. O cara tem que entender que não é só colocar a cueca e sair, ainda mais o passivo, ou você acha que eu já acordo de chuca feita? (você esta confundindo as coisas meu bem, isso aqui não se chama buceta querido). Falar nisso ultimamente está me batendo uma vontade de comer uma! (vou amadurecer essa ideia)


Estou chateado sim, é que hoje bati  boca com um cara do Manhunt (ou melhor, bati teclado) é que as pessoas leem nossos perfis, veem as nossas fotos e acham que nos conhece, não é porque eu te conheci ontem e hoje quero te dar que não sou pra casar (não que eu seja) até onde sei sou solteiro ou você acha que se estivesse namorando eu estaria atras de um babaca (olha eu julgando o cara sem o conhecer direito)...Depois de lerem isso vão achar que sou um pervertido ou que sou bom de cama, desculpa lhe contrariar mas não sou nem um, nem outro. Sou ruinzinho de cama. Então era isso, até a próxima e me contem vocês, já tiveram desejo e/ou já ficaram (entende-se transaram) com mulher? Contem-me nos comentários, estou curioso.


Eu sou o Pedro que não se chama Pedro, e esse foi mais um “OGM
Toda semana pela manhã, ou assim que possível
E nunca se esqueça; a gente se vê por aqui.

O GRINGO

< POSTAGEM ANTERIOR - PRÓXIMA POSTAGEM > No post anterior falei do Wel, mas enquanto estava saindo com ele também estava com ou...