ZOIANDO

domingo, 23 de dezembro de 2012

MASTURBAÇÃO FEMININA




                      Técnicas irresistíveis de masturbação feminina


   Não tenha pressa 
   Antes de tocar a vagina, experimente outros estímulos prazerosos na parte interna da coxa, nos seios, no bumbum... Eles a ajudarão a se sentir mais sensual e a deixar de lado parte de eventuais pudores que possam pintar no momento. ''Um ótimo exercício para tirar a inibição é se tocar durante o banho''. 

   Use sabonete líquido, para facilitar o deslize das mãos. Após se secar, terá outra ótima oportunidade de se conhecer. ''Passe óleo corporal/hidratante sem pressa. Aproveite o momento para assimilar a nudez e sua sexualidade natural''. 
    Melhores posições para se masturbar
   Deitada de costas, de lado, sentada numa cadeira ou na beirada da cama. Essas são boas posições iniciais para você se divertir sozinha. Mas nada de limitar seu repertório: à medida que for chegando ao orgasmo em cada uma delas, desafie-se a experimentar outras. Tal atitude ajuda a quebrar a rotina do sexo individual e, outra vantagem, ainda permite aprender a se excitar em diversas posições.

    Atenção ao clitóris
   A estimulação clitoriana é técnica que mais leva ao orgasmo. ''A área é extremamente sensível, com muitas terminações nervosas'', lembra a ginecologista. ''Ao estimular a região, a chance de ter prazer é muito grande''. Coloque lubrificante em toda a vulva, garantindo que não haja atrito entre a pele e a sua mão. Antes de tocar diretamente o clitóris, explore os grandes lábios, os pequenos, e toda a área para esquentar o clima.

.    Está bem excitada?
''Usando as pontas do indicador e do polegar, sinta seu clitóris, acariciando ou pressionando suavemente, movendo a pele abaixo em pequenos círculos''.

.    Você comanda
    Conforme as sensações se intensificarem, aumente a velocidade dos movimentos. pressione com os dedos, desenhe círculos maiores, reduza a velocidade... enfim, faça tudo o que lhe vier à cabeça para testar como seu corpo responde a diferentes estímulos. quando sentir que o clímax se aproxima, mantenha o movimento constante e acelerado.

.    Método avançado
   Use o dedo anelar e o indicado para abrir os grandes lábios, permitindo que o dedo médio tenha acesso livre ao clitóris.

   Pontos de prazer 
. O famoso ponto G
Muito se fala sobre o ponto G que, para alguns especialistas, não existe. Mas você pode tentar localizar essa região introduzindo o dedo indicador na vagina e tocando a parede interna, a cerca de três ou cinco centímetros da entrada. Busque por uma área sensível e levemente elevada.

.   Ponto V?!
Já ouviu falar nele? É muito mais estimulante do que o polêmico ponto G.

  Ele fica na união do monte de vênus com o osso pubiano e a parte de cima do clitóris. ''para localizá-lo, ponha a mão na parte mais baixa do púbis de forma que as pontas do indicador e do médio fiquem no lugar onde os lábios externos da vulva começam''.

   Você sentirá uma cavidade bem acessível que, ao ser acariciada, desencadeia ondas de excitação. ''enquanto o ponto G age durante a relação sexual, o ponto V é um esplêndido recurso de excitação e prazer orgástico, esteja você fazendo sexo sozinha ou com um parceiro''.

                                            Masturbação a dois


   Aproveite com seu amor Por mais que a masturbação seja praticada em momentos solitários, você pode se tocar enquanto transa com o gato. sobretudo na posição conchinha, de quatro ou por cima do parceiro.

   Faça um show particular    A maioria dos homens a-do-ra observar enquanto a mulher se toca. se você tem intimidade com o bonitão e quer tentar, as chances de o gato se sentir muito estimulado são grandes! Vale a pena surpreendê-lo mostrando a ele que sabe como dar prazer a si mesma.

                Masturbação feminina ainda é tabu (mas não deveria!)


    Apesar de estarmos em 2012, o assunto masturbação feminina continua com um quê de tabu. Nem mesmo entre amigas mais íntimas o tema é abordado com naturalidade. Uma pena, pois o hábito de explorar o próprio corpo só traz benefícios. Afinal, é neste momento de intimidade que você tem a melhor chance de conhecer seu corpo.

    Dois grandes ganhos surgem daí. O primeiro diz respeito à valiosa possibilidade de entrar em harmonia com as formas, turbinando sua confiança e autoestima. ''Já o segundo tem a ver com aprender em quais pontos sente mais prazer e como gosta de ser tocada''. E, aí, nova vantagem: ao saber dar prazer a si mesma, você tanto pode explorar sua sexualidade sem depender de parceiros quanto pode ensiná-los a fazê-la feliz, de verdade, na cama.
                                          
                                                            SIGAM NOS NO TWITTER

domingo, 16 de dezembro de 2012

AUTOFELAÇÃO


auto felação é a prática de sexo oral por um homem em si mesmo, já a prática (hipotética) feita por uma  mulher, é a auto-cunilíngua.

Prática

Como ato solitário que é a auto-felação não está relacionada com a orientação sexual podendo ser realizado por homens homossexuais ou heterossexuais.
Para se praticar a auto-felação, um pênis de proporções acima da média e uma óptima flexibilidade, ajudam.


Riscos / Precauções

Sendo uma atividade que depende de uma ótima flexibilidade é possível que surjam problemas ósseos e musculares da sua prática caso não sejam tomadas precauções, especialmente no que toca a tendões e ligamentos das costas.
A recordar:

  • A maioria dos homens não tem capacidades físicas para realizar a auto-felação.
  • Pode levar algum tempo para atingir a posição adequada.
  • Se há desconforto, deve-se relaxar e voltar a uma posição de descanso.
  • Se não consegue atingir o pênis, não deve forçar a situação.
  • O progresso deve ser gradual, não tentar avançar repentinamente em relação à última tentativa.
  • Se sentir dor deve parar imediatamente, caso contrário poderá ter lesões.
  • Se tiver uma lesão, não deve tentar a auto-felação até que a lesão esteja completamente curada e, de preferência, com aconselhamento médico em relação à situação.
  • Se as tentativas de auto-felação originam lesões repetidamente é sinal que não se deve continuar a magoar-se e evitar danos maiores.
  • Dor devido a estiramentos durante a auto-felação podem aparecer imediatamente ou nas seis horas seguintes. Usualmente localizam-se nos músculos ou tendões das costas ou da espinha dorsal.
Dados

Segundo Kinsey, três em cada mil homens seriam capazes de realizar a performance de auto felação. Ainda de acordo com Kinsey, 3 em cada 10.000 homens seriam capazes de praticar a auto-penetração, inserindo o pênis no próprio ânus; ele ainda menciona que no total 1% dos homens consegue tal façanha (sexo oral em si mesmo), sendo que 99% tentam sem sucesso.

Algumas pessoas afirmam que existem referências à auto felação no antigo Egito  Arqueólogos encontraram hieróglifos e antigas pinturas retratando homens sugando seus próprios pênis  O acadêmico americano David Lorton menciona que encontrou muitos textos religiosos da mitologia egípcia onde a prática da auto felação é mencionada e considerada sagrada. Segundo referência encontrada nesses escritos, Rá, o deus do Sol, teria criado o deus Shu e a deusa Tefnut (irmã gémea de Shu) ao ter soltado o próprio sêmen no solo depois de ter praticado a auto-felação. Rituais de auto-felação eram aparentemente realizados em honra ao nascimento de Shu e Tefnut.
Outra teoria controversa continua sendo debatida por egiptólogos; sugere que Horus, o filho do deus Osíris, praticava auto-felação todas as noites, porque acreditava que ao ingerir o próprio sêmen  mantinha as estrelas no seu devido lugar.

Enquanto a auto-felação era considerada parte normal da vida egípcia, há mais de quatro mil anos, a informação na atualidade tem sido amplamente reprimida devido ao seu carácter desviante e ousado. Muitas das pinturas em que retratavam o ato da auto felação foram deliberadamente destruídas e adjectivadas como demoníacas graças à repressão vitoriana.

Fonte: Wikipedia

                                                 Sigam nos no Twitter


Pra quem ficou na expectativa,logo, logo postaremo um álbum com fotos de auto felação.


CINTO ANTI-MASTURBAÇÃO


prazeres Solitários
Cercada de preconceitos, muitas vezes interpretada como ato pecaminoso ou capaz de fazer mal à saúde, atualmente a masturbação é considerada importante para o conhecimento do próprio corpo e para o desenvolvimento da sexualidade

Na versão mais estendida sobre os cintos de castidade, os cavaleiros colocavam estes artefatos nas suas damas para proteger seu "mais precioso tesouro" e, assim, partiam tranquilos a lutar contra o inimigo. Estes protetores, normalmente metálicos, eram colocados entre as coxas da mulher e tinham dois orifícios que permitiam executar as necessidades fisiológicas, mas impediam a entrada de visitantes ousados.
Outras versões, nem tão novelescas, vão sendo criadas e negam a anterior baseando se nos problemas de saúde (úlceras, lacerações...) que poderia acarretar o uso durante longo tempo (as guerras podiam durar meses ou inclusive anos) destes acessórios. Além disso, creem inclusive que poderiam ser utilizados, em versões mais "toleráveis" e durante curtos espaços de tempo, pelas próprias mulheres para se proteger das frequentes violações, sobretudo durante aquartelamentos de soldados, travessias de mar, etc.
E para enrolar ainda mais o assunto, o médico escocês John Moddie apontava que os cintos eram utilizados para evitar a masturbação das mulheres. E neste ponto que chegamos a esta palavra, a infibulação. 

A infibulação foi um invento do alemão S.G. Vogel em 1786 que consistia em encerrar ambas as mãos em caixas portáteis à hora de dormir, com o objetivo de impedir a masturbação que era considerada uma doença: a perda do esperma levaria o indivíduo à loucura e provocava doenças da pele e tuberculose; as mulheres deviam ser criaturas assexuadas e não tinham orgasmo; a sexualidade aberta levava ao crime.

Entre 1856 e 1919 foram concedidas 49 patentes para aparelhos anti-masturbação nos EUA. Trinta e cinco eram para cavalos e quatorze para seres humanos (cavalos podiam masturbar-se?). Um dos dispositivos destinados para os meninos, devia ser colocado em torno de seu pênis e consistia de uma das pontas voltada para dentro para espetar o órgão do rapaz que tivesse uma ereção, outro era um fio de prata que atravessava o prepúcio sendo amarrado nos testículos.

Embora a masturbação nos homens foi repetidamente denunciada, a masturbação feminina foi combatida com uma ferocidade ainda maior. As mulheres que se masturbavam eram consideradas como loucas e como um perigo aos apetites masculinos. A partir de 1858, a infibulação passara a um outro estágio, algumas mulheres foram submetidas a uma ablação do clítoris, que era efetivamente removido. Esta operação continuou sendo considerada como um tratamento para a masturbação feminina até 1937, embora tenha sido desacreditada pelos médicos meio século antes.

Na verdade a amputação do clitóris continua sendo feita até os dias atuais em regiões da África e Ásia com o único objetivo de que a mulher não possa sentir prazer durante o ato sexual. Já a infibulação assumiu novo patamar que consiste na costura dos lábios vaginais ou do clítoris.

Para surpresa de muitos, a amputação do clitóris ou dos grandes lábios foi feita em clínicas ocidentais até 50 anos atrás. Achava-se que clítoris protuberante ou grandes lábios desbeiçados eram muito feios e que tais meninas teriam uma maior tendência para tornarem-se prostitutas.

KAMA - SUTRA

   A hora do sexo é aquela mais prazerosa pra qualquer homem. Por isso nada melhor que inovar, afinal, ficar na mesmice de papai e mamãe ou 69 deixa o sexo chato e o tesão vai embora! Por isso veja as 10 melhores posições do Kama-Sutra pra vocês terem uma noite um pouco mais divertida!


Posições do Kama-Sutra: 

- Chão de estrelas: De costas para ele, curve o corpo para a frente, até apoiar as mãos no chão (se flexibilidade não for o seu forte, pode dobrar os joelhos). Faça-o encaixar por trás, abraçando-a pela cintura. Se seu homem for muito impetuoso, você pode usar um travesseiro para apoiar as mãos.

- Vai-e-vem: Seu querido vai se sentar de pernas cruzadas e você, sentar-se de frente para ele em seu colo, passando as pernas em volta da cintura. Então, comecem a balançar para a frente e para trás bem devagar, aumentando o ritmo do movimento à medida que forem se aproximando do orgasmo.

- Proposta indecente: Deite-se de lado numa superfície bem lisa. Apoie-se sobre o braço e levante a perna de cima bem esticada, formando um ângulo reto. Pode imaginar convite mais explícito? Basta ele se ajoelhar entre as suas pernas e fazer acontecer.

- Parece mas não é: A posição tem um segredo. Observe na ilustração que o bumbum da mulher não está apoiado na cama. O homem deve ficar de quatro (sobre os joelhos e as mãos) e você, erguer o corpo ao encontro do pênis. Enquanto ele mantém a posição, a iniciativa dos movimentos de entra-e-sai é sua.

- Coladinhos: Olha só que provocante variação do papai-e-mamãe (a mulher deitada de costas e o homem por cima). Até pode parecer, mas a posição não tem nada de comportada. O ideal é manter as colunas perfeitamente alinhadas. Assim, quando ele deslizar sobre você para cima e para baixo (em vez do tradicional entra-e-sai), cada centímetro da pele será massageado.

- Cadeira de balanço: Seu amado deita-se com as costas apoiadas em um travesseiro alto, as pernas flexionadas e separadas, o membro pronto para entrar em ação. Sente-se sobre o rapaz (como a ilustração mostra), com suas pernas entre as dele. Braços para trás, coloque as mãos nos ossos dos quadris dele. Agora, já tem o apoio necessário para se movimentar para a frente e para trás, para cima e para baixo.

- Cataratas do Iguaçu: Entrem em uma banheira com água morna, que tenha chuveirinho. Seu amado deve se sentar com as pernas esticadas e você, no colo dele, apoiando os braços na beira da banheira. Enquanto ele a penetra por trás, dirija a ducha de água para o clitóris.

- Vento em popa: Deitada de lado, levante a perna de cima como um mastro, dando espaço para que ele se ajoelhe e a penetre. Agora, fazendo manobras para a frente e para trás e curvas audaciosas, pense que ele é o timoneiro que vai levá-los ao nirvana.

- Gangorra sexual: Faça alguns exercícios de alongamento antes. Então, deite-se de costas e levante as pernas o máximo possível, dobrando-as para trás, paralelas ao chão. Ajoelhado à sua frente, o homem vai ajudar a manter o equilíbrio  sustentando seu bumbum nas coxas. Depois da penetração, comecem um lento e sensual movimento de sobe-e-desce, como numa gangorra.

- Pura provocação: Escolha uma espreguiçadeira estreita o bastante para você se sentar com uma perna de cada lado e os pés no chão. Faça seu querido se deitar de pernas esticadas nela. Vá por cima, como mostra a ilustração, e mova os quadris, estimulando o pênis dentro de você para cima e para baixo, de um lado para o outro.

                                              Sigam nos no twitter

TÉCNICAS DE MASTURBAÇÃO MASCULINA


     Em tempos onde o erotismo está cada vez mais precoce, em tempos onde as pessoas pensam em sexo a cada 1 segundo, ter maior conhecimento no assunto é fundamental! Mas se existe algo que homem nenhum abre mão é a boa e velha bronha, confessem, o 5X1 de todo dia tem que ser inovado não acham?.Pensando nisso vou lhes contar as 12 principais técnicas de masturbação masculina. 

Então, vamos lá a nossa aulia de aperfeiçoamento:

- Maçaneta da porta: Coloque lubrificante na palma da sua mão e logo que tenha o seu pênis ereto rode a palma da sua mão na ponta do pênis como se estivesse a abrir uma maçaneta de uma porta, depois rode no sentido contrário, alterne os movimentos rotativos.

- Toque-toque: Masturbe-se normalmente sem tocar na cabeça do seu pênis  quando a cabeça estiver bem dura e vermelha, estimule-a suavemente com a ponta dos seus dedos até conseguir a ejaculação.

- Anéis: Coloque lubrificante em ambas as mãos. Junte os dedos de uma mão (polegar e indicador) e forme um anel. Coloque este anel no fundo do seu pênis  Deslize este anel para cima até à glande (onde começa a cabeça do pênis . Nesse momento forme outro anel igual com os dedos na sua outra mão e faça a mesma coisa. Faça movimentos com um anel de cada vez até atingir o clímax.

- Fogueira: Coloque as suas mãos esticadas e viradas uma para a outra com o seu pênis no meio das duas. Comece a rodar o seu pênis como se fosse um pau de madeira ao qual deseja pegar fogo. Continue suavemente para não provocar mesmo fogo!

- Pegar neles: Da próxima vez que for se masturbar e sentir que está prestes a ejacular, coloque a sua outra mão sobre o seu escroto e suavemente aperte e puxe-o para baixo. Desta maneira sentirá o sêmen percorrer o seu corpo.
- Pancadinha: Embora convenha ter um pênis sensível para esta técnica funcionar, pode sempre experimentar. Mantenha a sua roupa interior vestida e o pênis erecto. Sinta que está na sua maior ereção, e sobre a roupa interior dê pancadinhas na ponta do seu pênis com as pontas dos seus dedos. Usualmente leva mais tempo a atingir o clímax, mas quando o conseguir… oh sim! 

- Mão querida: 
De pé, vire a sua mão lubrificada para si de maneira a que os seus dedos se encontrem virados para a sua barriga. Coloque o seu pênis contra a sua barriga e cubra-o com a mão; em vez de movimentar a sua mão, deixe-a estática, enquanto movimenta a sua pélvis para que o seu pênis entre e saia na sua mão. É uma maneira parecida com o penetrar de uma vagina, ou quase…
- Gelado: Na altura em que se está prestes a ejacular, pegue em alguns cubos de gelo ou mesmo gelo picado na mão que não está a usar. A diferença de temperatura entre as duas mãos na altura da ejaculação levará a uma experiência entre as Caraíbas e o Pólo Norte.

- Plástica: Pegue num saco de plástico, e coloque bastante vaselina dentro dele. Coloque o seu pênis erecto dentro do saco, e cubra-o todo de vaselina. De seguida com o seu pênis ainda dentro do saco, coloque o saco entre o seu colchão e uma almofada, e fazendo peso na almofada com as mãos, faça movimentos até ao orgasmo!
- Twist: Esta técnica requer um pouco de prática. Coloque algum lubrificante nas suas mãos. Faça um anel com os dedos (polegar e dedo do meio), coloque-o na base do seu pênis e faça alguma pressão para baixo, mantendo a mão assim até ao final. Com a outra mão à volta do seu pênis  movimente-a para cima e para baixo, mas com um movimento twist (rotativo); ou seja desça rodando a mão para a direita e suba rodando para esquerda, adeqúe os movimentos à intensidade que desejar, até à ejaculação.
-Paragem: Enquanto se masturba usualmente com uma mão, pare de vez em quando e com a mão disponível faça um anel com os seus dedos (polegar e dedo do meio), coloque o anel à volta do pênis e faça um pouco de força e aperte, depois continue normalmente a masturbação, fazendo pausas destas até ao clímax.

-Ritmix: Com uma mão faça um movimento descendeste da cabeça do pênis até à base. Quando chegar à base largue o pênis, faça o mesmo com a outra mão, uma e outra vez, alternando as mãos com algum ritmo.

Bom agora é com vocês!


MASTURBAÇÃO

   O ato da auto-estimulação dos órgãos genitais, ou manualmente ou por meio de objetos, com o objectivo de obter prazer sexual, seguido ou não de orgasmo. O termo foi usado pela primeira vez pelo médico inglês e fundador da psicologia sexual, Dr. Havelock Ellis, em 1898. Foi formado pela junção de duas palavras latinas manus, que significa "mãos", e turbari, que significa "esfregar", com o significado de "esfregar com as mãos".       Termos vulgares para a masturbação são "(bater uma) *, "abuso de si mesmo", "vício solitário" e "descascar a banana", "bilhar de bolso", "coçar a minhoca", "esfregar o zé","descabelar o palhaço", "depenar o sabiá", "lustrar o casebre", entre tantas outra existente no vocábulo popular.

                                                                    siga no twitter

SAI COM UM BAIXINHO

< POSTAGEM ANTERIOR - PRÓXIMO POST > Em março liguei o foda-se, resolvi criar coragem e levar o virtual para o real (não foi ...