ZOIANDO

quinta-feira, 27 de julho de 2017

PASSIVO TAMBÉM GOZA!


Sei que estou um pouco ausente mas aqui estou. Hoje falarei do Alfredo (nome verdadeiro) também o conheci no Manhunt e foi ele o terceiro cara com quem transei (entende-se dei) não o terceiro cara com quem sai. Quando ainda era virgem praticava apenas o gouinage (vez e outra ainda o pratico, mas tento evitar) Porque pra mim sexo sem penetração não é sexo (seja eu passivo ou ativo) fica faltando algo, não sei, talvez ainda precise evoluir, mas admiro quem se satisfaz com apenas alguns beijos, abraços e um boquete é claro…

O Alfredo é um cinquentão com tudo em cima (53 anos pra ser exato) um pouco mais baixo que eu e mega extrovertido (o contrário de mim) O conheci nos primeiros dias de Junho, trocamos ideia no site e tão logo ele me pediu o Whatsapp, dei é claro! (não só o número, se é que me entendem?) Começamos a conversar  no dia 07/06  e no outro dia já marcamos (foi tudo muito rápido) trocamos umas fotos, e que fotos! O cara era muito gostoso e tinha um piroção (18 cm circuncidado) Pensei em não encarar mas pensei bem até porque uma piroca é uma piroca né? No outro dia ele me mandou uma mensagem pela manhã acertando tudo, o local? Metrô Sta Cruz! Logo pensei, vou levar outro bolo pois como sabem não tenho lembranças nadas animadoras desse lugar.

Quando iria ao seu encontro no busão ele me liga e avisa que já estava a minha espera no local combinado, ao chegar em frente ao shopping o mesmo já estava do outro lado da rua em frente a estação (ele tinha me passado a cor da roupa) Chegue, me apresentei e tão logo fui apalpado (no meio da rua) e se passa um familiar meu ou conhecido? (mas não posso negar que gostei da ousadia) fomos caminhando e conversando por umas 10 quadras até o seu apartamento. próximo a sua rua ele me abraçou por trás e me apalpou novamente, nessa hora eu já estava de pau duro e a vergonha já tinha sumido.

Subimos até o sétimo andar (não tenho certeza) ele sempre muito atencioso e simpático. Me faz lembrar o meu vizinho (hétero) na sua forma de ser, falar e até andar...Ah, esqueci de dizer que ele é careca. E partimos para o abraço...Seu pau é do tipo grosso da cabeça pequena (lembra a do Harry Louis) o ponto negativo é não ter pelos, mas tudo bem, tendo pau é o que conta! Ninguém tinha me beijado com tanta “animação” antes, o cara me deu uma chupada tão violenta que senti uma fisgada em baixo da língua (nem o Renan tinha ido tão longe) a partir daí só selinho, Depois ele me pegou de bruços e que pegada, nunca tinha sentido 18 cm dentro de mim e não é uma coisa muito confortável, mas o prazer ameniza a dor (antes o Vando era o mais dotado que peguei), depois fique de quatro e por último de frango e pra alegria dele, gozou na minha barriga, e eu mais uma vez fiquei na vontade (querendo mais). Porque os ativos só fazem umas cinco sessões de dez bombadas em cada posição e já querem gozar? Gente, vamos com calma, passivo também goza!

Ficamos pelados conversando por um tempo (mentira, eu só ouvia) enquanto ele fumava e contava sobre a tatoo dele (ele tem um sol nas costas) Por fim eu pensando que ele iria me levar até a portaria, ele apenas desenhou um mapa de como chegar a estação e me deu (imagina?) Apesar de não ser longe o Google Maps me ajudou mais que o tal mapa (apesar de estar bem compreensível) Sai no frio, sozinho e sem gozar. A partir daí não nos comunicamos mas, ao contrário dos demais que sempre perguntavam como tinha chegado em casa (mesmo que por educação) Então é isso e pra terminar queria saber porque é que os ativos acham que se ele gozou a brincadeira acabou?

Eu sou o pedro que não é Pedro, e esse foi mais um “OGM
Toda semana pela manhã, ou assim que possível
E nunca se esqueça, a gente se vê por aqui

terça-feira, 4 de julho de 2017

POR ONDE ANDAM OS ATIVOS?


Como prometido no post anterior que falaria do Moa, voltei atrás. Iria lhe dedicar um post inteiro mas percebi que não vale mais a pena (talvez esteja errado) O Moa é um negão da zona leste, e pelas fotos que me mandou muito gostoso por sinal (logo eu que não curto negão) Não sei, os negros não me chamam a atenção, não sei o motivo ao certo (talvez seja pela fama de serem pauzudos). Começamos a conversar e marcamos para uma quinta próxima (01/06), tudo acertado só que no dia o “não ficou explícito” tomou conta novamente, o diferencial é que eu não fui e não quebrei a cara.

Depois ele me mandou mensagem dizendo que eu o tinha dado um bolo (como assim?) O cara me enche de mensagem durante a semana e no dia “D” o cara me esquece, isso pra mim é um “não estou mais afim”, cobrou também a minha atitude de não mandar mensagem e só partir dele (essa é a reclamação da maioria dos caras com quem eu saio). Não sei, não curto ser caçador, estou mais pra caça, nas vezes que me atrevi a dar o primeiro passo sempre me estrepei, talvez seja por isso que tento deixar claro que não vou mandar mensagens ou algo do tipo, mas se o cara tem atitude e me manda mensagens podemos ficar conversando o dia inteiro. Não mando pra não parecer inconveniente ou desesperado (mesmo estando), até porque ninguém quer um cara no pé (e eu não quero ser esse cara). Mas deixo bem claro que estou sempre afim, é só me chamar e marcamos.


Depois do ocorrido, sai com mais dois cara, isso no início de junho de lá pra cá nada, ninguém mais no Manhunt quer sair comigo, ficam só nas piscadelas (escassas) e nada, não sei, quando era virgem e tinha medo/vergonha de sair com os caras apareciam de montão, hoje tá foda, os ativos sumiram. Com o cursor só se encontram passivos,será que os ativos estão em falta? Sabe quem está a me mandar mensagens, o baixinho! Mesmo querendo estou me esquivando (e por sorte estive doente e não pude encontrá-lo) eu até gosto dele, o problema é seu pênis cogumelo, não estou querendo encará-lo… Sei que dias desses tomarei chá de cogumelo (se é que vocês me entendem?)


Eu sou o Pedro que não se chama Pedro, e esse foi mais umOGM
Toda semana pela manhã, ou assim que possível
E nunca se esqueça, a gente se vê por aqui.

NÃO ALIMENTEM OS POMBOS

< POSTAGEM ANTERIOR - PRÓXIMA POSTAGEM > Conheci o Erick no Scruff, acho que no dia 22 de agosto, no mesmo dia ele me passou o...